[Repertório] O teatro precisa encontrar novas maneiras de alcançar todos os jovens

Roy Alexander Weise. Photo: Helen Murray

Roy Alexander Weise (foto) , diretor do espetáculo Nine Night no London’s National Theatre, contou que descobriu o teatro porque precisava um dia usar o banheiro no caminho da escola. Weise entrou no Ovalhouse em Londres para usar as instalações e lá descobriu seu grupo de jovens. Isso iniciou sua jornada em uma carreira e agora se vê dirigindo em um dos palcos mais prestigiados de Londres.

Nesta semana, o diretor artístico do Leicester Curve, Nikolai Foster, contou uma história semelhante de como ele apareceu em uma audição para o espetáculo Oliver! enquanto escapava de valentões. Foster e Weise vêm de origens onde o teatro não era uma profissão futura óbvia.

Resultado de imagem para Nikolai Foster,
Nikolai Foster

Ou, como Weise coloca: “Minha família é do oeste da Índia e do oeste da África, e eles têm idéias fortes sobre o que são empregos respeitáveis, como professores, médicos e advogados. Seria um pouco bizarro dizer à minha família que eu queria ser astronauta, mas ser diretor de teatro é provavelmente ainda mais estranho ”.

Como alguém que teve a sorte de ser levado ao teatro regularmente quando criança, é fácil esquecer que o entretenimento, muito menos a teatralização, pode ser um conceito estranho para muitos jovens.

Está ficando pior. As artes na educação estão sendo cortadas por um governo que – como observa Mark Featherstone-Witty, diretor da LIPA em sua carta esta semana – está “surdo a qualquer discussão sobre um currículo amplo e equilibrado para as escolas, afastando ainda mais os estudantes da classe trabalhadora”. “

CONHEÇA E COLABORE COM O ATORES DA DEPRESSÃO NO PADRIM

É por isso que é crucial que o teatro tome a iniciativa. Não existe apenas um imperativo moral, mas prático. Se não formos cuidadosos, acordaremos em 10 anos e descobriremos que não temos audiências ou funcionários para apoiar nosso setor. Não podemos continuar a depender de pessoas que precisam do banheiro ou serem perseguidas em testes.

Resultado de imagem para Inspiring the Future of Theatre campaign a

É por isso que projetos como a recém-lançada campanha Inspirando o Futuro do Teatro são cruciais. Nela embaixadores incluindo Sharon D Clarke, James Graham e Kenny Wax estão indo às escolas para contar às crianças sobre a variedade de carreiras teatrais – incluindo, espero, alguns dos papéis mais incomuns disponíveis.

Segundo Kenny Wax,  “Nosso objetivo é inscrever 1.000 embaixadores de toda a indústria, para incluir técnicos, designers, atores, criativos e administradores – com ênfase especial em papéis por trás da cortina – para se comprometerem a visitar uma escola local uma vez por ano para conversar sobre o que eles fazem, para abrir os olhos das crianças e inspirá-los a considerar um papel no teatro ”.

Cassie Chadderton, diretora do UK Theatre, acrescentou que alcançar pessoas em idade escolar ajudaria a moldar sua compreensão do teatro e nutrir uma nova geração de audiências e trabalhadores.

A campanha será lançada oficialmente em 11 de julho, com eventos em escolas de todo o país.

Para mais informações, clique aqui.

Por: Alistair Smith
Tradução: Juliano Bonfim

FONTE / FONTE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s