[Sai de Cena] Morre Ilo Krugli, aos 89 anos

Faleceu hoje aos 89 anos o  diretor de teatro, ator, artista plástico, figurinista e escritor argentino-brasileiro Ilo Krugli.

Filho de imigrantes judeus poloneses que chegam à Argentina depois da Primeira Guerra Mundial. Na infância, conhece a paixão do poeta espanhol Federico García Lorca (1898-1936) por teatro de bonecos e tem os primeiros contatos teatrais pelas criações do poeta argentino Javier Villafañe (1909-1996).

Chega ao Brasil, em 1961, no período em que Jânio Quadros (1917-1992) assume a Presidência. Procura Augusto Rodrigues (1913-1993), autodidata com paixão pela arte-educação e, por seu intermédio, faz o primeiro espetáculo na Escola de Arte Brasil (EAB), próxima à Cinelândia, centro da cidade do Rio de Janeiro. Inicia na escola um curso de teatro de bonecos e, à medida que o desenvolve, percebe dois aspectos fundamentais do teatro: o feito para crianças e o feito com crianças.

Resultado de imagem para Ilo Krugli

Durante uma aula, em 1963, cria a base para a peça História de um Barquinho ou Um Rio que Vem de Longe. A peça é concluída somente 1972, ano em que participa do Festival do Teatro Glaucio Gill e ganha o primeiro lugar. Apesar do cenário político conturbado do período, viaja pela América Latina, passando pelo Chile, onde ministra curso e monta o grupo Manos, para encenar História de um Barquinho. Está no país quando ocorre o golpe militar que derruba Salvador Allende (1908-1973) da Presidência. Acaba preso por alguns dias e, após libertado, segue para Buenos Aires.

Volta ao Brasil no fim de 1973 e participa de um festival de teatro de bonecos para crianças em Curitiba. Começa a elaborar novo material, com o compositor e diretor musical Caíque Botkay (1951) e os atores Alice Reis e Beto Coimbra. A peça História de Lenços e Ventos marca a trajetória do teatro para crianças no país. Conta a história de Azulzinha (um lenço) e seu amigo Papel (um pedaço de jornal), utilizando bonecos, lenços, latas, instrumentos musicais e outros objetos. Sem impostação e ambientada nos quintais da infância, fala de liberdade, afetividade e uma vida melhor nos anos da ditadura militar.

Resultado de imagem para Ilo Krugli

De volta ao Rio de Janeiro em 1974, apresenta o espetáculo no Museu de Arte Moderna (MAM/RJ). A partir dessa apresentação, cria o Teatro Ventoforte, inspirado pelo título de um texto de Ana Maria Machado (1941), “Vento forte no teatro para crianças do Brasil”. Com o grupo, recebe o prêmio de montagem da Associação de Críticos do Rio de Janeiro, em 1974, e o Molière de Incentivo ao Teatro Infantil, em 1976. Ainda no MAM, o grupo apresenta Da Metade do Caminho ao País do Último Círculo em 1975 que leva o Prêmio SNT.


Livros

  • A História do Barquinho. Ed. Ática, 2003.

Espetáculos

  • História de um Barquinho (virou espetáculo Festival do Teatro Gláucio Gill), 1972
  • História de Lenços e Ventos (estréia em Curitiba / MAM RJ), 1974/75
  • Da Metade do Caminho ao País… (duas versões – infantil e adulto, estréia no MAM RJ), 1975
  • O Mistério das Nove Luas (estréia Teatro Ginástico/RJ), 1977
  • Sonhos de um Coração Brejeiro Naufragado de Ilusão (duas versões, estréia T.Glauce Rocha), 1978
  • O Mistério das Nove Luas (estréia T. Procópio Ferreira/SP), 1979
  • História de Lenços e Ventos / História de um Barquinho , 1980/81
  • Luzes e Sombras (montagem com alunos), 1981
  • História de um Barquinho (montagem com alunos), 1981
  • História do Barquinho, 1982
  • Os Cisnes Selvagens (montagem com alunos), 1982
  • Os Misteriosos Pássaros de Barro (montagem com alunos), 1982/83
  • Brisa Branda (montagem com alunos), 1983
  • Estou fazendo uma Flor (comemorando 9 anos), 1983
  • As Quatro Chaves (montagem com alunos), 1983/84
  • Brinquedo da Noite (montagem com alunos), 1984
  • Caminhadas, 1984
  • Junto ao Muro (montagem com alunos), 1984
  • Os Cisnes Selvagens (montagem com alunos), 1984
  • Vai Começar Tudo de Novo (montagem com alunos), 1984
  • História do Barquinho, 1985
  • Labirinto de Januário , 1985
  • História de Lenços e Ventos (em Cuba), 1986
  • Qualquer Homem é Suspeito, 1988
  • Dois Irmãos – O Pássaro de Ouro, 1988
  • O Pássaro de Ouro (montagem com alunos), 1989
  • Mistério do Fundo do Pote(montagem com alunos), 1989
  • Um Rio que vem de Longe, 1990
  • História de Lenços e Ventos (com o Grupo Hombu – RJ), 1991
  • Casamento de Manuel e Manuela – Uma Rosa para Bela (com alunos), 1994
  • História de Lenços e Ventos, 1993
  • Histórias que o Eco Canta , 1993
  • Um Rio que vem de Longe (Monólogo), 1994
  • História de Lenços e Ventos, 1996
  • Sete Corações, Poesia Rasgada, estréia 03/08/1996
  • Entre o Céu e o Mar, 1997
  • Sete Corações, Poesia Rasgada, estréia 10/10/1998
  • Um Rio que vem de Longe, 1998
  • O Mistério das Nove Luas, estréia 24/09/1999
  • O Rio que vem de Longe, 1999
  • História de Lenços e Ventos, 2000
  • Um Rio que vem de Longe (nova montagem), 2001
  • O Mistério das Nove Luas (Palco Giratório – SESI), 2001
  • O Mistério das Nove Luas, estréia 23/02/2002

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s