[Repertório] 28 Livros essenciais que todo ator deve ler

Para tudo que queremos fazer de uma maneira séria é preciso conhecimento, não dá para ficarmos as escuras.  Ler é fundamental para qualquer ser humano. Para a formação de um ator mais ainda. A seguir livros que valem a leitura! São métodos, exercícios e grandes nomes do Teatro Mundial.

 

Por Juliano Bonfim

Resultado de imagem para Improvisação para o Teatro - Viola SpolinImprovisação para o Teatro – Viola Spolin 

Esta obra é uma espécie de bíblia dos educadores em jogos dramáticos e na arte do teatro. Trata-se de um manual útil para atores profissionais, amadores e crianças, para a escola e centros comunitários, pois oferece um detalhado programa de oficinas de trabalho.


Resultado de imagem para O Teatro Brasileiro Moderno - Décio de Almeida PradoO Teatro Brasileiro Moderno – Décio de Almeida Prado

Décio de Almeida Prado é um dos poucos homens de teatro que podem contar na primeira pessoa cinqüenta anos de teatro no Brasil. Primeiro, enquanto espectador assíduo, nos anos 30; e, a partir do pós-guerra, através de uma atividade crítica que é pedra fundamental do moderno teatro brasileiro. Décio dá aqui seu testemunho privilegiado na análise das principais realizações dramatúrgicas e cênicas de meio século decisivo no curso da arte dramática nacional. Assim, o acompanhamos desde o teatro de Procópio Ferreira, passando pela criação do TBC – que por sua vez originou o Arena e o Oficina -; para finalmente chegar na multiplicidade, algo diluidora do teatro atual. O Teatro Brasileiro Moderno, desta forma, é um painel vivo e profundo, chave para a compreensão de um espetáculo que ainda não terminou.


História Mundial do Teatro – J. Guinsburg 

Margot Berthold realizou um trabalho notável em sua História Mundial do Teatro, ao integrar de uma maneira que se poderia dizer primorosa a busca documental, o registro ocorrencial e o poder de síntese escritural. Daí resultou um livro de abrangência invulgar. Unindo história da dramaturgia e do espetáculo, análise estética e crítica das tendências e correntes artísticas vigentes dentro e fora do palco, as figuras e obras marcantes da criação cênica e suas inter-relações, enfeixa num só volume um repertório que será de utilidade indubitável para quem, especialista ou iniciante, buscar em suas páginas informações precisas e uma visão dos períodos mais representativos da história do teatro. Publicando-o, a editora Perspectiva não mediu esforços para vencer as dificuldades de tradução e edição de tão complexo acervo de textos e imagens, certa de estar trazendo para seu público leitor uma obra de grande relevância para a biblioteca teatral brasileira. J. G.


Bertolt Brecht: Teatro Completo – Vol. 1 – Bertolt Brecht 

O primeiro volume com peças do dramaturgo traz: Tambores na Noite (1919), O Casamento do Pequeno Burguês (1919), O Mendigo ou o Cachorro Morto (1919), Luz nas Trevas (1919), A Pescaria (1919) e Ele Expulsa um Diabo (1919).


A Linguagem da Encenação Teatral – Jean-jacques Roubine 

Este estudo da evolução das artes cênicas oferece uma visão panorâmica do teatro moderno sem privilegiar escolas ou autores. O autor analisa a evolução do texto dramático, do espaço cênico, da ambientação visual e sonora e do conceito de ator.


Ator e Estranhamento: Brecht e Stanislavski, Segundo Kusnet – Eraldo Pera Rizzo 

Eraldo Rizzo, discípulo do ator Eugênio Kusnet, apresenta seus ensinamentos na arte de interpretar, baseados nos métodos criados por Stanislavski e Brecht.


O Jogo Teatral no Livro do Diretor – Viola Spolin 

Este livro é uma aplicação prática do famoso método pelo qual Viola Spolin foi chamada “a grã-sacerdotisa do teatro improvisacional”. A autora mostra, de forma lúdica, como suas técnicas podem ser utilizadas em larga variedade de situações, e também para o amadurecimento e a integração dos participantes do projeto teatral.


Paulo Autran: um Homem no Palco – Alberto Guzik 

As vésperas de completar cinquenta anos de carreira, Paulo Autran, em fase exuberante, atinge o topo de uma carreira que se confunde com a própria história dos palcos brasileiros. É essa história que ele conta neste livro – entremeada com suas lembranças da infância, da família, dos amigos, dos tempos de estudante e dos anos de formação como ator -, em várias horas de entrevista concedidas ao jornalista e crítico teatral Alberto Guzik.


Jogos Teatrais – Ingrid Dormien Koudela 

Nas pesquisas brasileiras sobre teatro e educação sobressai-se o trabalho que a autora realizou em Jogos Teatrais. Com base no triângulo Spolin-Piaget-Languer, erige uma sistemática de trabalho da maior fecundidade no processo didático, visto que permite a todo orientador reinventar os seus meios de ensinamento a partir de bases estruturais, quer em termos de grupo, quer de indivíduo.


Pirandello: do Teatro no Teatro – J. Guinsburg 

Além de Seis Personagens em Busca de um Autor, Esta Noite se Representa de Improviso e Cada um a Seu Modo em que Pirandello quis refletir sobre o fazer teatral e a contínua tensão entre a obra literária e a sua efetivação cênica, o volume contém o estudo do grande dramaturgo italiano sobre O Humorismo, bem como ensaios de discussão e crítica.


Dicionário de teatro

Dicionário de teatro – Patrice Pavis

O Dicionário de Teatro, de Patrice Pavis, é uma obra conhecida internacionalmente, vem enriquecer enormemente a nossa bibliografia especializada, devendo constituir-se em valioso instrumento para o ensino e o conhecimento do teatro. Em seus 560 verbetes, traduzidos por professores e pesquisadores do campo, são sintetizadas e discutidas as grandes questões da dramaturgia, da encenação, da estética, da semiologia e da antropologia da arte dramática, o que constitui numa suma do saber sobre a história, a teoria e a prática da criação teatral.


A preparação do ator

A preparação do ator – Constantin Stanislavski

O livro difunde idéias que transcendem interesses meramente profissionais ou de estudiosos dos problemas do teatro. É, na verdade, o romance da fascinante aventura do homem em busca de um conhecimento maior de si mesmo e do seu semelhante.


A construção da personagem

A construção da personagem – Constantin Stanislavski

Neste livro, a ênfase recai na atuação como arte e na arte como a expressão mais alta da natureza humana. Sua volta constante ao estudo da natureza humana é o que distingue aquilo que se tornou conhecido como o ‘Sistema Stanislavski’. É o alicerce de todas as suas teorias e a razão de estarem sempre sofrendo leves modificações – cada volta ao estudo dos seres humanos ensinava algo novo.


A criação de um papel – Constantin StanislavskiA criação de um papel

A criação de um papel’ é um livro para todos os profissionais e estudantes de teatro. Neste volume, Stanislavski trata do trabalho do ator no desenvolvimento de um papel e dos problemas que poderá enfrentar no palco. Faz avaliações de cenas, estuda as atitudes dos personagens em relação ao texto e ao contexto das obras etc.


Manual mínimo do ator

Manual mínimo do ator – Dario Fo

O Manual aponta, de forma didática e divertida, como construir personagens, cenários e texto teatral. O autor acentua a importância do improviso e da mimica que marcam o seu estilo.


O Ator invisível

O Ator invisível – Yoshi Oida

Neste surpreendente manual prático da arte de representar, o ator, diretor e professor japonês Yoshi Oida – integrante desde 68 da companhia teatral de Peter Brook, em Paris -, demonstra toda a amplitude e profundidade de sua experiência das técnicas de representação, do Oriente e do Ocidente, do tradicional e do experimental, do texto escrito e do improvisado, do cinema e do teatro, do corpo e da voz.


A arte do ator

A arte do ator – Jean-Jacques Roubine

Ao caracterizar a arte do ator hoje, em toda a sua diversidade, este livro não dispensa referências históricas que chegam ao teatro grego, à commedia dellarte e à cena romântica, embora o seu terreno privilegiado sejam os trinta anos que começam na década de 50, com o pós-guerra.


O teatro e seu duplo

O teatro e seu duplo – Antonin Artaud

Ensaio de Antonin Artaud (1938) em que o autor desenvolve a ideia da necessidade, para o teatro moderno, de reencontrar a dimensão metafísica presente nos mistérios


Resultado de imagem para Jogos para Atores e não-Atores - Augusto Boal
Jogos para Atores e não-Atores – Augusto Boal
Todo mundo atua, age, interpreta. Somos todos atores. Até mesmo os atores. Teatro é algo que existe dentro de cada ser humano, e pode ser praticado na solidão de um elevador, em frente a um espelho, no Maracanã ou em praça pública para milhares de espectadores. Em qualquer lugar, até mesmo dentro dos teatros.


Resultado de imagem para Como parar de Atuar - Harold GuskinComo parar de Atuar – Harold Guskin

Em ‘Como Parar de Atuar’, Harold Guskin visa revelar os insights e técnicas que se expressaram em grandes interpretações de dúzias de atores por ele orientados, novatos e veteranos, tanto nos palcos quanto nas telas. Guskin pretende oferecer ao intérprete uma estratégia baseada na ideia de que o empenho do ator na sua representação não é o de ‘criar uma personagem’, mas, ao contrário, deixar-se levar pelo impulso, em contínua interação sensível com o texto. Extraindo exemplos de seu labor com performers e de sua própria experiência, propõe que o ato de corporificar se constitua de uma dinâmica exploração de seus potenciais em contínua evolução, e não como um percurso ditado por um objetivo final, previamente fixado. Nesse sentido, oferece conselhos para o desenvolvimento ou a renovação de um papel, a atuação em cenas consideradas difíceis e de forte conteúdo emocional, o confronto com papéis de grandes autores, bem como para a adaptação às demandas particulares da cena teatral ou da tela do cinema e da televisão, para o relacionamento e o envolvimento com o público espectador.


Resultado de imagem para Em Busca de um Teatro Pobre - Jerzy GrotowskiEm Busca de um Teatro Pobre – Jerzy Grotowski 

Em “Em Busca de um Teatro Pobre”, Grotowski postula um teatro praticamente sem vestimentas, baseado no trabalho psicofísico do ator. A melhor tradução de “teatro pobre” seria teatro santo ou teatro ritual. Nele Grotowski leva as ultimas conseqüências as ações físicas elaboradas por Constantin Stanislavski, buscando um teatro mais ritualístico, para poucas pessoas. Um dos seus assistentes e responsável pela divulgação e publicação de seus trabalhos e o hoje famoso teatrólogo Eugenio Barba.


Livro - Marília Pêra - Cartas a Uma Jovem AtrizCartas à uma Jovem Atriz – Marília Pera

Você, que quer ser atriz, deve muitas vezes perguntar a si mesma se, para exercer essa profissão, é necessário ter o dom no sangue. Talvez o dom não esteja no sangue, mas, certamente, o desejo de interpretar está, embora possa se manifestar mais cedo ou mais tarde em cada artista e não seja obrigatoriamente hereditário. No entanto, precisa ser burilado, porque a carreira é muito excitante e glamourosa, porém árdua.

O interessante desafio de colocar seu corpo, sua alma e seus sentimentos à disposição de personagens é um exercício constante que exige disciplina, estudo e perseverança.

Nestas cartas, Marília Pêra, além de narrar sua história de vida e experiências, conta pequenos truques e técnicas para você conseguir trilhar seu caminho profissional e estrelar muito com sucesso.


Resultado de imagem para O Papel do Corpo no Corpo do Ator - Sonia Machado AzevedoO Papel do Corpo no Corpo do Ator – Sonia Machado Azevedo

A autora, Sônia Azevedo investiga princípios, técnicas e metodologia de criação nas artes cênicas, as quais têm como elemento fundante o corpo do ator. A máscara atoral é examinada desde a preparação de um corpo disponível à sua utilização, na abordagem fenomenológica de sua composição, no arranjo formal e estético dos signos utilizados na cena contemporânea, até o momento mesmo da apresentação, em suas reapresentações, na manutenção e recuperação diária das energias somáticas nela investidas. Compondo-se de três partes, que vão desde uma investigação de princípios norteadores do trabalho corporal na dança, nas terapias que o utilizam e, sobretudo, no teatro, o livro propõe práticas e uma metodologia para o preparo do intérprete teatral dos nossos dias, tanto na improvisação, na representação e na criação formal da máscara. 


Carta aos Atores e Para Louis de Funes – Valère Novarina

‘Carta aos atores’ foi escrito durante os ensaios da peça ‘O ateliê voador’ para o elenco que estreou o espetáculo em janeiro de 1974. O monólogo reflete sobre a arte da representação, recordando que é no ritmo que o sentido do texto de teatro se revela. Em ‘Para Louis de Funès’, o dramaturgo francês reflete sobre a palavra, o pensamento e o corpo do ator, explorando o papel do teatro na sociedade.


Jogos Teatrais: Exercícios para Grupos e Sala de Aula – Maria C. Nouelly, 

Nesse livro são apresentadas cerca de 50 atividades que não necessitam muito espaço e que demandam materiais simples. O educador que queira incorporar a arte dramática em um programa cultural, recreativo, encontrará nessa obra instrumentos para dinamizar e motivar seu grupo, montando uma atividade de trabalho original com muita energia e ação. 


O teatro Épico – Anatol Rosenfeld

O Teatro Épico é uma importante contribuição de Anatol Rosenfeld para os estudos literários e teatrais. Tendo em vista a relevância que a noção do épico assumiu na crítica contemporânea, devido mormente à obra de Brecht, o levantamento aqui efetuado começa por examinar o próprio fundamento estético, em termos de gênero, do conceito essencial e distintivo que constitui a razão de ser do livro. Daí nasce a clara e precisa síntese sobre a teoria dos gêneros. Escorado nos elementos assim obtidos, o autor se lança através da história do teatro, pondo em relevo as manifestações do épico na cena ocidental, desde a sua emergência na Grécia. Com admirável erudição e desembaraço crítico, leva o seu leitor pela análise dos recursos épicos utilizados por dramaturgos, diretores e correntes teatrais, seja na Idade Média, seja do Renascimento e barroco, ou da época elisabetana, do romantismo e do naturalismo, até sua cristalização maior na dramaturgia brechtiana, que examina detidamente. Percurso mais abrangente não seria possível, e se fosse dado a Anatol Rosenfeld fazer esta segunda edição do seu texto, certamente o levaria, com a mesma proficiência analítica e riqueza de informação, até o teatro de agora. De qualquer modo, tal como está, O Teatro Épico é de uma utilidade certa, e por isto, tornar a pô-lo à disposição de nosso público leitor se fez um imperativo a que a editora Perspectiva julgou necessário atender.


O que é Dramaturgia? – R. Pallotini

‘O que é Dramaturgia’ pretende – e consegue – expor a leitores dos mais variados tipos os segredos da arte de escrever roteiros, textos dramáticos e afins, além de fornecer aos estudiosos do assunto informações sobre os princípios teóricos básicos desse tema. Pensado para quem inicia a sua caminhada, ‘O que é Dramaturgia’ insiste em não complicar quando é possível explicar.


Livros Performance Como Linguagem - Renato Cohen (8527300095)

Performance Como Linguagem – Renato Cohen

Em Performance como Linguagem, Renato Cohen, pesquisador e performer, investiga as especificidades dessa nova linguagem e, num confronto com a cena do teatro, analisa as soluções que o espetáculo performático dá aos problemas da criação, encenação e atuação. A partir da observação das realizações de artistas como Joseph Beuys, Laurie Anderson e grupos como o Fluxus, entre outros, são focalizadas as diversas vertentes da performance, que vão dar ritualização à arte conceitual, bem como ao chamado teatro de imagens. Estudando a manipulação de signos com que os artistas criam estas formas de encarnação imagística e expressiva dos espaços cênicos, propõe uma espécie de “antimídia” que se contrapõe ao discurso da mídia institucionalizada.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s